Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

ALDEIA SESC GUERREIRO DAS ALAGOAS - 2011

Imagem
SELECIONADOS PARA A MOSTRA:

DesnudaSaudáveis Subversivos Teatro-Dança Maceió/AL
Graças Cia do Chapéu Teatro de Rua Maceió/AL
Os Infortúnios de uma Criança Personas in Cena Teatro Maceió/AL
Pedaços de Nós Mesmos Cia Mestres das Graças Teatro Palmeira dos Índios/AL
Rojo Coletivo Vermelho de Teatro-NACE Teatro-Performance Maceió/AL
Rótulo Charlene Sadd Performance Maceió/AL
Urucungo Denis Angola Dança Maceió/AL
Imagem
"Porque quando somos infelizes ficamos mais aptos a compreender o
sofrimento alheio; a nossa sensibilidade, assim não se degrada, mas
pelo contrário, condensa-se e acumula-se...”



Dostoiévski

REAGE CHARLIE!

Imagem

PARA DESCONTRAIR!

YOGA PARA AMANTES DO VINHO!

HÁ QUASE UM ANO!

Imagem
Em julho de 2010, fui junto com Maurício Ebbers e Laís Queiroz conhecer o mundo do Teat(R)o Oficina em Peixinhos, Olinda-PE. O grupo teatral paulista, liderado pelo magnífico José Celso Martinez Correia, percorreu algumas cidades brasileiras ministrando oficinas com o seu Uzyna Uzona, preparando (e ensaiando) atores e não-atores para participar das Dionísiacas!
Foram 10 dias de muito trabalho! E foi realmente um prazer conhecê-los!!!
Cerca de 100 atores de Recife e Olinda-PE, João Pessoa-PB e Maceió-AL, estudantes de jornalismo, ciências sociais, fizeram oficina de atuação e música com José Celso e atores e músicos do grupo. A trupe era composta por cerca de 50 profissionais e o seu Teatro de 'Extádio' era gigantesco comportando cerca de 600 espectadores. Experiência ímpar e questionadora! Fascinates desde o olhar do Lucas, a seriedade da Camila, a irreverência do Celso, o sorriso do Anthero, a energia positivíssima do Mariano... Sem dúvida, o fazer teatral de Oficina é provocad…

DUAS PESQUISAS ENCONTRAM GENE LIGADO À DEPRESSÃO

Imagem
Britânicos e americanos fazem descoberta simultânea

Cientistas acreditam ter descoberto a primeira evidência concreta de que a depressão pode ter causa genética. Trabalhando separadamente, equipes de pesquisadores da Grã-Bretanha e dos Estados Unidos descobriram simultaneamente uma região do DNA do cromossomo 3 que possui genes relacionados à doença. Os dois estudos foram publicados no American Journal of Psychiatry. A região do cromossomo que contém os genes ligados à depressão faz parte de uma área conhecida por abrigar o receptor metabotrópico de glutamato 7 (GRM7) – envolvido nos processos de plasticidade, neurodegeneração e neuroproteção. Os cientistas ainda não determinaram, entretanto, de que maneira a ação desses genes levaria ao desenvolvimento da depressão. “É notável que os dois grupos chegaram à mesma conclusão em dois estudos distintos”, diz Pamela Madden, coordenadora da pesquisa americana. Para ambos, a descoberta pode evoluir para a pesquisa de novos tratamentos contra…
NOIR:
a palavra em língua francesa para preto e negro.

DEPRESSÃO >> TEMPO

Imagem
Uma boa comparação que podemos fazer para esclarecer as diferenças conceituais entre a depressão psiquiátrica e a depressão normal seria comparar com a diferença que há entre clima e tempo. O clima de uma região ordena como ela prossegue ao longo do ano por anos a fio. O tempo é a pequena variação que ocorre para o clima da região em questão. O clima tropical exclui incidência de neve. O clima polar exclui dias propícios a banho de sol. Nos climas tropical e polar haverá dias mais quentes, mais frios, mais calmos ou com tempestades, mas tudo dentro de uma determinada faixa de variação. O clima é o estado de humor e o tempo as variações que existem dentro dessa faixa.
O paciente deprimido terá dias melhores ou piores assim como o não deprimido. Ambos terão suas tormentas e dias ensolarados, mas as tormentas de um, não se comparam às tormentas do outro, nem os dias de sol de um, se comparam com os dias de sol do outro. Existem semelhança…

PESQUISANDO

Imagem
Depressão é uma doença que se caracteriza por afetar o estado de humor da pessoa, deixando-a com um predomínio anormal de tristeza. Todas as pessoas, homens e mulheres, de qualquer faixa etária, podem ser atingidas, porém mulheres são duas vezes mais afetadas que os homens. Em crianças e idosos a doença tem características particulares, sendo a sua ocorrência em ambos os grupos também freqüente.
Na depressão como doença (transtorno depressivo), nem sempre é possível haver clareza sobre quais acontecimentos da vida levaram a pessoa a ficar deprimida, diferentemente das reações depressivas normais e das reações de ajustamento depressivo, nas quais é possível localizar o evento desencadeador.
As causas de depressão são múltiplas, de maneira que somadas podem iniciar a doença. Deve-se a questões constitucionais da pessoa, com fatores genéticos e neuroquímicos (neurotransmissores cerebrais) somados a fatores ambientais, sociais e psicológicos.

CORES (Para quem lê)

A minha vida toda eu dei cores aos momentos que passei. Por exemplo: meu nascimento, ta certo que eu não me lembro como foi, mas eu resolvi que ele foi azul. Até os meus três anos, só lembro de algumas coisas que me vem em forma de “flash” e, esses “flashes” são todos amarelos; amarelo como o sol ao nascer. Dos quatro até os sete anos, tudo era muito verde, em todas as tonalidades, que me eram reveladas em uma variação do mais claro até o mais escuro. Quando eu tinha nove anos tudo começou a ser bege, até hoje eu não entendo porque bege, engraçado o bege, eu nem gosto de bege. Na minha adolescência existiram duas cores: o marrom e às vezes, em momentos que exigiam um apelo sexual, roxo. A minha juventude foi marcada pelo vermelho, vivo, intenso e vibrante. Como eu gostava daquele vermelho, como eu gostava daquele tempo, todas as coisas pareciam ser possíveis e com o menor esforço que eu fizesse, poderia ganhar o mundo. Mas as coisas mudam. Pena. E aquele vermelho ficava cada vez mais e…